Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Conversa com José Luís Peixoto na USP,  Universidade de São Paulo.

A Companhia das Letras, no Brasil, e a Aviador, na Finlândia, lançam novas edições do romance Autobiografia, no ano que se celebra o centenário de José Saramago.

A ousadia de transformar José Saramago em personagem e de chamar Autobiografia a um romance é apenas o começo de uma surpreendente proposta narrativa que, a partir de certo ponto, não se imagina como poderá terminar. José Luís Peixoto explora novos temas e cenários e, ao mesmo tempo, aprofunda obsessões, numa obra marcante, uma referência futura.

Mais sobre Autobiografia aqui.

 

255978847_443610020460833_2611161026961840176_n.jp

255764323_443610017127500_2078872368663099979_n.jp

 

O romance  Nenhum Olhar é o livro escolhido este mês no Clube de Leitura da Livraria Blooks, no Rio de Janeiro, Brasil, com as seguintes sessões:

- 14 de fevereiro na Livraria de Botafogo,
- 27 de fevereiro na Livraria de Niterói.

Club de Leitura Blooks.jpg

Nenhum Olhar Dublinense.png

A editora Dublinense acaba de publicar o romance Nenhum Olhar, no Brasil.

 

Com uma primeira edição neste país em 2005, pela Agir/Ediouro, Nenhum Olhar  foi vencedor do Prémio José Saramago em 2001 e está traduzido em 17 idiomas.

 

"Não é só ao emprestar poesia para a alma bruta dos personagens às voltas com a morte, o adultério, a ideia de família, que Nenhum Olhar dribla o realismo cru. Surge, neste romance tecido por variados pontos de vista, a potência imaginativa de José Luís Peixoto que mistura com simplicidades cotidianas um homem com mais de cento e cinquenta anos, um gigante, o demônio, uma cadela que acompanha duas gerações da família, uma voz presa em uma arca e uma galeria de personagens inusitados que podem ser lidos como metáforas, ou como parte de uma realidade que nos escapa." Reginaldo Pujol Filho

 

Nenhum Olhar Dublinense.png




papéis jlp
Arquivo de recortes sobre José Luís Peixoto e a sua obra.


todos os vídeos








Perfil SAPO

foto do autor