Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Feira do Livro

04.05.12

Agora, quando penso nisso, as nossas cores, as cores das nossas roupas e das nossas ideias são como um quadro de Renoir. Ficávamos sentados sobre a relva inclinada e, à nossa frente, como um rio, estavam as pessoas que subiam e desciam com sacos de plástico cheios de livros, que paravam para ver livros. Ficávamos sentados e apenas falávamos de livros, os que tínhamos comprado e, sobretudo, todos os que éramos capazes de imaginar. O mundo era um caminho que se abria à nossa frente, uma vertigem. Nós não tínhamos medo de nada quando líamos em voz alta de livros que trazíamos de casa. Sem que o soubéssemos, uma parte grande das nossas vozes era já definitiva, a maneira como hesitávamos era já definitiva. A sombra, o cheiro da relva e os altifalantes a anunciarem sessões de autógrafos. Agora, quando penso nisso, sinto um sabor doce nos lábios, fresco, é o sabor a supermaxi.

 

Agora, nesta tarde de calor, no nosso lugar, estão outros como nós. Compreendem tudo o que também nós compreendíamos, e já esquecemos. São ainda capazes do verão e, por consequência, da liberdade. Para eles, as palavras têm outro valor, encontram-nas em poemas que guardam em papéis dobrados no bolso de trás das calças, em livros que trazem de casa. As cores deles são nítidas como todos os objectos. Agora, enquanto subimos ou descemos, sacos de plástico cheios de livros, tentamos distingui-los e temos medo de já não sermos capazes de o fazer.  

 

José Luís Peixoto, in Abraço

 

 



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:03


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónima Singular a 04.05.2012 às 17:13

Parabéns, excelentes escritores há bastantes (nunca são demais) mas excelentes pessoas cada vez há menos.
Sem imagem de perfil

De Dadinha a 05.05.2012 às 22:37

Depois de um comentário excelente a um escritor excelente que comento eu?
Sem imagem de perfil

De Ana a 23.05.2012 às 15:34

é o melhor livro. vou fazer um trabalho sobre este livro com todo o orgulho.
Sem imagem de perfil

De amelia silva a 23.08.2012 às 10:47

Obrigada pelo abraço. Faz-nos sentir mais humanos.
Amélia

Comentar artigo




Instagram


papéis jlp
Arquivo de recortes sobre José Luís Peixoto e a sua obra.

projecto moldura


youtube jlp

galveias no mundo






install tracking codes
Visitors since may 2015

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.